Hansenologia Internationalis ISSN 1982-5161 Submeter Artigo

Vol. 30, Nº 2 (2005)


pag: 195 - 200

SEÇÃO ANÁTOMO-CLÍNICA

Hanseníase: episódio reacional tuberculóide desencadeado precocemente após instalação de poliquimioterapia, em indivíduo inicialmente diagnosticado como multibacilar

Raul Negrão Fleury1; Jaison Antonio Barreto2; Magna Dantas Bispo3; Sadamitsu Nakandakari4; Antonio Carlos Ceribelli Martelli5




Resumo

Um homem de cor parda, 66 anos de idade, refere há 10 anos distúrbio de sensibilidade na região dorsal do hálux direito, e há 6 meses placa eritematosa no braço direito com diagnóstico histopatológico de hanseníase multibacilar. Quinze dias após instalação de poliquimioterapia, a lesão inicial se tumefaz, ulcera e aparecem novas lesões eritêmato-edematosas disseminadas na pele. A biópsia de uma dessas novas lesões demonstra hanseníase reacional na faixa tuberculóide com baciloscopia de 3+/6. O aparecimento da lesão inicial coincidiu com diagnóstico recente de diabetes mellitus, e durante o episódio reacional o paciente apresentou mal-estado geral, febre e leve icterícia. Os autores discutem a patogênese destes eventos, sugerindo uma fase prévia de degradação (downgrading) devido à progressiva proliferação bacilar, com conseqüente inibição da imunidade celular pela ação dos antígenos capsulares produzidos pela fração de bacilos íntegros e viáveis. A colonização das áreas cutâneas reacionais seria prévia à poliquimioterapia que, ao destruir e fragmentar os bacilos, exporia novos determinantes antigênicos estimulantes da capacidade imunecelular própria do indivíduo, com conseqüente reação de hipersensibilidade altamente destrutiva para os tecidos.






DOWNLOAD PDF PORTUGUÊS ORIGINAL


Secretaria de Estado da Saúde Coordenadoria de Controle de Doenças Instituto Lauro de Souza Lima Fundação Paulista contra Hanseníase

Copyright© Hansenologia Internationalis 2021 Todos os Direitos ReservadosGN1